Pesquise no google

Pesquisa personalizada

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Pequeno tutorial do winamp


Eu uso este tocador de áudio faz dez anos, e a dez anos ele está por ai, ele é facil de mexer, hoje em dia existe a versão em portugues para facilitar a vida de todos mas eu uso a ingles, com o tempo você se acostuma.
Segue abaixo um tutorial em cinco páginas com algumas configurações que eu uso.
Facilita pra mim, eu praticamente não uso o mouse para buscar minhas musicas, uso somente o teclado.

Link para download em português: http://www.winamp.com/player

Link do tutorial.

Pequeno Tutorial Winamp

Página 01:
Interface principal do winamp, eu uso outro skin, existem vários, para todos os tipos e gostos.

Outras páginas vocês coloquem as opções como está mostrado.
Na página 04 e 05 para você adicionar outros atalhos é só buscar na lista e selecionar a combinação preferida, eu aconselho deixar igual a imagem.

---
Atalhos úteis depois das mudanças, se estiver tudo conforme o que eu passei:

Ctrl+Alt+Page Page Up = Volta uma musica
Ctrl+Alt+Page Page Down = Avança uma música

Ctrl+Alt+Insert = Reproduzir

Ctrl+Alt+Home = Pausa/Reproduz
Ctrl+Alt+End = Para a reprodução

Ctrl+Alt+Acima = Aumenta o volume

Ctrl+Alt+Abaixo = Diminui o volume

Ctrl+Alt+Direita = Pra frene três segundos

Ctrl+Alt+Esquerda = Pra trás três segundos
Ctrl+Alt+J = Abre a busca rápida ÓTIMO RECURSO!!! (por exemplo: você digita um pedaço do nome da música e ela aparece rapidinho)

Ctrl+Alt+S = Ativa/Desativa reprodução aleatória

Ctrl+Alt+R = Ativa/Desativa Repeat

Ctrl+Alt+Q = Sai do winamp


Espero ter ajudado!

Namárie!!!

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Ounstanding... Pavarotti - Nessun Dorma



Não há o que dizer...


Namárie!!!

Existem coisas que nunca morrem

Meu sobrinho e eu...

Ontem estava eu no meu quarto tinha acabado de chegar do serviço, de repente escuto meu sobrinho Maurício Daniel de três anos e meio cantando "Tango tarango tango 'pega' carrapicho minha mãe na lata do lixo".
Me bateu uma saudade...
Comecei a pensar em como algumas coisas nunca morrem, o tempo passa e algumas coisas tendem a ficar parecidas com o que eram antes. Lembro-me com saudade dos meus tempos de criança, quando não precisava me preocupar com nada. Não nos preocupávamos com o vizinho, com a crise financeira, com o tempo, com o dinheiro, com nossa sociabilização, emfim, tínhamos todo o tempo do mundo somente para nós. Brincávamos, de esconde esconde, pega pega, policia e ladão, rouba bandeira, boca de forno, íamos ao rio escondido... Quem não se lembra de tudo isso que atire a primeira pedra!!! Hoje me bate uma saudade, pois são tantas coisas que nos preocupam, que tiram o nosso tempo e nos fazem perder esse olhar de criança, esse olhar que vê tudo com beleza. Que não importa com nada, que nos faz sentir melhor quando chegamos em casa e os olhos brilham quando nos veem. Toda essa mobilidade do mundo, nesse nosso mundo onde cada dia que passa as informações são transmitidas mais rapidamente, onde cada vez mais nos preocupamos com o tempo que é perdido, e não com o tempo que é ganho quando por um instante olhamos para as coisas como as crianças, com curiosidade e com respeito ao mesmo tempo. As crianças são mágicas, elas fazem do nosso dia melhor, quando nos sentimos tristes elas conseguem nos alegra somente com uma pergunta ou com um gracejo. Agora eu me pergunto e tento entender o porquê que quando ficamos adultos, acabamos perdendo esse gracejo? Essa forma simples e bela de conversar? Acho que é porque cada vez mais ligamos para as coisas do mundo dos outros, não para o nosso mundo, não para o nosso universo, devíamos começar a nos preocupar em nos fazer bem, não com o que outras pessoas irão preocupar. De uma coisa tenho certeza. Todo adulto ocupado e preocupado, sente muita saudade, uma saudade nostálgica dos tempos de criança. Crescemos sim, acabamos perdendo (ou será esquecendo) alguns valores fundamentais. Amigos vem e vão, muitos estão longe, muitos dos quais eu me pergunto o porque não dão noticias... Só sinto falta de quando eramos crianças e não ligávamos pra nada... Só para as nossas brincadeiras...

Namárie!!!

terça-feira, 14 de abril de 2009

Traduções para o Cuiabanês

Essa aqui vai para a Pam que sempre acompanha o meu blog! Algumas frases em inglês para bom Cuiabano entender, e para rir bastante! (Cliquem na imagem para ampliar)


Namárie!!!

domingo, 12 de abril de 2009

Dicionário de Cuiabanês

Cortesia de Caio Oliveira.

Ah! Uuum - Expressão que indica indignação, concordância ou não. É aplicada dependendo da situação E a entonação da voz muda. Ex: ‘Ah! Uuum. Pára cô isso.”

Agora quãndo!? - Interjeição de duvida.
Ex: ‘Maria teve três namorado… hummm.. agora quando!?”

Agora o quequeesse! - Espanto
Ex: ‘Agora o quequeesse, mas que cabelo mais tchum tchum…”

Aguacêro - Bastante chuva, poças de água.
Ex: ‘Não deu pra ir lá, tava o maior aguacero na estrada.”

Arroz-de-festa - Denominação de quem não perde nenhuma festa . Está sempre em festa. Ex: ‘Ele vai em casamento, batizado, 1a comunhão, crisma, formatura,.. . é um arroz de festa.”

Atarracado (a) - Abraçado, juntos.
Ex: ‘Os dois tão atarracado ali no escuro.”

Até na orêia - Repleto, cheio, demais.
Ex: ‘Zé Bico comeu tanto peixe, que tá até na orêia.”

Bejô, bejô, quem não bejô, não beja mais - Fim da festa.
Ex: ‘Acabou o baile… bejô, bejô, quem não bejô, não beja mais.”

Bocó de fivela - Pessoa boba, burra, ignorante.
Ex: ‘Por mais que ocê explica, ela não entende, é uma bocó de fivela.”

Bonito prô cê - Expressão que indica quando a atitude tomada, não foi boa.
Ex: ‘Chegô em casa bêbado, bonito prô cê.”

Catcho - Namoro, paquera, amante.
Ex: ‘Aquele cara tá de catcho cô Maria.”

Cânháem - Latido de cachorro. Expressão usada para discordar.
Ex: ‘Você namora Maria Taquara? Canháem.”

Cêpo - Bom, ótimo, grande, admirável.
Ex: ‘O atlético Mato-Grossense era um cêpo de time.’

Chialá - Espia lá - Olhe lá.
Ex.: Maria, tchialá Mané, cêpo de burro veio fazeno quiném criancinha!

Coloiado (a) - Junto, próximo em grupo.
Ex: ‘Saldanha Derzi tá coloiado cô Garcia Neto.”

Cordero (a) - Denominação de quem gosta de dar corda nas pessoas.
Ex: ‘Não vai no papo dele, ele é cordero.”

Corre Duro - Andar mais rapido
Ex: ‘Vamos chegar atrasado vamos, corre duro.”

Cotxá - Relação sexual.
Ex: ‘Os dos devem ta cotxando, ta demorano demas.”

Tchá por Deus - Expressão de espanto, admiração, dúvida.
Ex: Chá por Deus, esse ônibus tá muito cheio. ‘

De jápa - Grátis, o que vem a mais.
Ex: Quando se compra uma dúzia de bananas, e recebe treze unidades. ‘Esse adicional é a de jápa.’

Digoreste - Ótimo, bom, exímio.
Ex: ‘O guri é digoreste pá pega manga.’

Ê aaah! - Indagação.
Ex: ‘Oia o tamanho do short? Ê aaah!’

Espia lá - Olha lá, veja.
Ex: ‘Espia lá, uma batida de carro.”

Futxicaiada - Muito fuxico. Excesso Excesso de mixirico.
Ex: ‘O ambiente ali não tá bom, é só futxicaiada. ”

Festá - Festar, participar de festa.
Ex: ‘Maria foi festá.”

Foló - Folgado, largo.
Ex: ‘Maciel usa calça foló.”

Garrô - Pegou, começou, realizou.
Ex: ‘Ele garrô cedo no trabaio.”

Grocotchó - Pessoa mole, doente, desanimado.
Ex: ‘Tchico tá grocotchó.”

Jururú - Triste, quieto.
Ex: Padre Luiz Ghisoni tá jururú na porta da igreja de Várzea Grande.’

Leva-e-tráz - fofoqueiro.
Ex: ‘Kitú é um grande leva-e-tráz.”

Londjura - Distância. Longe, muito distante.
Ex: ‘Nessa lonjura não dá pá ir a pé.”

Malemá - Popular de ‘mal e mal’. Mais ou menos.
Ex: ‘E aí cumpadre como vai? Vou indo malemá tenteano.”

Mea orêa - Minha orelha. Expressão usada para indicar quem está sem lado, sem falar o nome da pessoa.
Ex: ‘Mea orêa aqui, tá a fim do cê.’

Micaje - Ato de fazer imitação de alguém, fazer caretas.
Ex: ‘Ela faz micaje de todo mundo que passa por aqui.”

Moage - Frescura. Enrolação.
Ex: ‘Você não quer ir com a gente? Larga de moage!”

Na txintxa - Levar uma ação com seriedade. Sob controle.
Ex: ‘Professora leva a turma na txintxa.”

Não tá nem aí pá paçoca - Não liga para nada. Não quer saber das conseqüências.
Ex: Tchá Bina, não ta nem aí pá paçoca. ‘

Nariz furado - Veio na vontade, veio na certeza.
Ex: ‘Chegou de nariz furado, certo que iria ganhar na conversa.’

Negatófi - Negativo. Não, nunca.
Ex: ‘Negatófi, hodje não tem televisão.’

O quá - Duvidar, não acreditar.
Ex: ‘Ele vem aqui? O quá!’

Pá terra - cair.
Ex: “Ele vinha correndo, e pá terra”! ‘

Podre de chique - Bonito, elegante, bem vestido.
Ex: ‘Jejé tá podre de chique.”

Pongó - Bobo, tolo, idiota.
Ex: ‘Gente Pongó não serve.’

Por essa luz que me alomea - ‘Por essa luz que me ilumina’ Pra dizer que está falando sério, que não está mentindo.
Ex: ‘Por essa luz que me lomea, ele tá falando a verdade.’

Quinco - Denominação carinhosa de Joaquim.
Ex: ‘Quinco Lobo era vereador em Cuiabá.’

Que, que esse? - O que é isso.
Ex: ‘Que, que esse? Como você apareceu aqui?’

Quá! - Expressão de espanto, indignação.
Ex: ‘Quá! Pode esquecer ele não volta mais.”

Quebra-torto - Comer no desjejum comida reforçada como carne com arroz farofa, etc…
Ex: ‘No sítio de manhã, sem quebra-torto é impossível.’

Rufar - Bater.
Ex: ‘Se aparecer aqui , o povo rufa ele.’

Refestelá - Sorrir, rir.
Ex: ‘Nico Padero é bom pra refestelá.’

Ribuça - Cobrir o corpo com lençol ou cobertor.
Ex:’Tá esfriando, rebuça menino.’

Rebuça e Chuça - Baile.
Ex: ‘Na guarita vai tê hoje uma chuça e rebuça.’

Rino no tchá cara - Rindo na presença de alguém.
Ex: ‘Ocê fala, ele fica rino no tchá cara.’ (rindo na sua cara)

Sucedeu - Aconteceu.
Ex: ‘Quando sucedeu isso?’

Tá de tchico - Está menstruada.
Ex: ‘Hoje ela não pode tá de tchico.”

Tchá mãe - Expressão características para xingar alguém.
Ex: ‘Tchá mãe, rapaz, vá tomá na tampa.’

Tóma corno(a) - Expressão usada quando alguma coisa não acontece de forma correta.
Ex: ‘Toma, corno. Marimbondo pegô na cara dele.”

Verte água - Urinar (educadamente) .
Ex: ‘Vidona foi verte água.’

Namárie!!!

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Em meio ao caos e à desordem...


Em um mundo dominado por noticias ruins, onde a crise desola cada vez mais a economia, onde a corrupção na política invade cada vez mais os noticiários, onde desastres naturais são cada vez mais sentidos pelos diversos lugares no nosso planeta. Um exemplo disso é o que está acontecendo na região de L'Áquila no centro da Itália, em meio ao caos e à desordem, os sobreviventes da tragédia ao mesmo tempo que choram por seus mortos, ajudam uns aos outros, exemplo claro de como o ser humano é solidário por natureza, de como as piores situações nos fazem olhar para o próximo e ajudá-lo nos piores momentos. Desde que o homem é homem e o mundo é mundo temos presenciado catástrofes naturais de diferentes grandezas, tudo o que acontece, serve de lição para nós seres humanos (animais racionais), toda tragédia nos dá força para continuarmos a desempenhar o nosso papel no mundo (ajudar uns aos outros), temos que ver (e pensar) no que estamos causando ao nosso planeta para que ele venha nos respondendo com tamanha força e tamanha intensidade. Tudo é efeito do nosso mal uso dos recursos naturais. De uma coisa não podemos esquecer... A de quê o bicho homem é o mais solidário dos animais.

Namárie!!!

terça-feira, 7 de abril de 2009

Mudança no Vestibular das Universidades Públicas Federais


Nesta semana foi divulgada pelo Ministro da Educação Fernando Haddad uma mudança no ENEM, e consequentemente no modelo de vestibular, que deste ano para a frente seria unificado, (maiores informações parceiro: vestibuvan) com uma prova somente o candidato poderá concorrer em cinco cursos podendo ser em cinco universidades diferentes no qual trará benefícios para o estudante do atual ensino médio brasileiro. Na minha opinião essa é uma ótima ideia, pois facilita a entrada do candidato a qualquer universidade da qual ele esteja qualificado, seguindo a ideia (em parte) das universidades americanas, essa iniciativa vai aproximar cada vez mais e fazer com que a entrada em uma universidade pública esteja mais acessível para os alunos de classes mais baixas, tendo em vista o fato de que hoje em dia se beneficiam dos melhores cursos nas melhores universidades públicas federais aqueles que tiveram uma educação melhor do que outros.
Iniciativa essa que vem a calhar para a maioria dos estudantes brasileiros, fazendo com que se acabe a questão da locomoção, podendo eu por exemplo concorrer com uma prova feita em minha cidade à uma vaga em qualquer universidade pública federal do Brasil.
Que venham as mudanças, todas são para o nosso bem, o que precisamos é de coerência e inteligência ao discernir o verdadeiro ponto das questões em pauta.
Melhoria no ensino, isso sim é o que o Ministério da Educação está fazendo, proporcionando a todos a tão sonhada vaga em uma universidade pública!

Namárie!

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Puta solo!!!

Não me contive, eu vi com o meu sobrinho, esperávamos um puta solo, e obtivemos um puta solo, perda de tempo?

Nem um pouco! Rimos pra caramba!!!

Parece o chewbaca latindo!


Namárie!!!

quarta-feira, 1 de abril de 2009